Quinta, 29 de Julho de 2021
[Portfólio] etiene.com.br RECONHECIMENTO

Sancionada a Lei que cria o Dia Municipal da Mulher Negra Latino-Americana e Caribenha

A data é importante para que as mulheres negras sejam reconhecidas como parte da história da capital

21/07/2021 16h43
62
Por: ETIENE GONÇALVES Fonte: SMC
Divulgação
Divulgação

Em cerimônia marcada por simbolismo, o prefeito Hildon Chaves sancionou a Lei Nº 2.833, que instituiu o Dia Municipal da Mulher Negra Latino-Americana e Caribenha. O dia 25 de julho agora faz parte do calendário oficial de datas comemorativas. A solenidade aconteceu no espaço do Mercado Cultural, na Travessa Manelão.

A instituição do dia oficial da mulher negra, latino-americana e caribenha no município configura o reconhecimento da participação feminina e da negritude na constituição da cidade, que iniciou durante a construção da Estrada de Ferro Madeira Mamoré (EFMM). Elas também tiveram papel importante como educadoras.

Segundo o prefeito, é preciso iniciar um trabalho de sensibilização desde os primeiros anos escolares, por ser a fase em que se pode formar e interferir de forma positiva no caráter de meninos e meninas. “Não basta ter a Lei. Temos de agir para resgatar a nossa história”, disse Hildon Chaves.

De acordo com a secretária adjunta da Secretaria Municipal de Assistência Social e da Família (Semasf), Joelna Holder, a partir de agora, haverá uma nova leitura sobre a história local.

“Esta é uma oportunidade que temos para discutir ações efetivas e oferecer às mulheres, não somente às negras, uma discussão sobre a importância do papel de cada uma na sociedade”, disse.

 OUTROS PONTOS

 A data comemorativa poderá promover reuniões, palestras, seminários e/ou eventos. Além disso, há a instituição do Prêmio “Mulher Negra Destaque do Ano”. Outro ponto citado é a concessão não onerosa de espaços públicos (quiosques e pontos em feiras livres) que estejam ociosos após licitação frustradas de uso por mais de duas vezes. 

EVENTO

Em comemoração à data, haverá, no Mercado Cultural, uma programação com o tema “Afroantilhanas do Madeira: Pioneiras na Arte de Educar”, com exposição fotográfica, mostra cultural, palestras e Feira das Mulheres Empreendedoras. O evento ocorre de 21 a 25 de julho.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias