Domingo, 17 de Outubro de 2021
25°

Alguma nebulosidade

Porto Velho - RO

Blogs e Colunas Saúde

A Judicialização na Saúde virou endêmica?

O tríade complexa entre: paciente, serviço de saúde e problema envolve muitas variáveis.

01/10/2021 às 10h58
Por: Redação
Compartilhe:
Divulgação
Divulgação

Creio que este seja um dos temas mais polêmicos envolvendo a Saúde. Devido a sua complexidade e aos atores envolvidos. O tríade complexa entre: paciente, serviço de saúde e problema envolve muitas variáveis. Essas discussões existem há décadas entretanto agora estão cada vez mais evidentes.

Quando trazemos essa discussão para o âmbito SUS, vemos que a discussão torna-se ainda mais e tristemente enriquecedora. Como direito, todos temos direito a saúde. Essa universalidade ao esmo tempo que nos protege ao mesmo tempo é um dos assuntos mais citados quando falamos de judicialização. Principalmente sobre a acessibilidade as medicações que muitas vezes não há cobertura também pelos planos de saúde. Neste momento são mais de dois milhões de ações sobre saúde e conforme a morosidade da nossa justiça muitos pacientes acabam morrendo antes mesmo de ter a chance do tratamento.

Talvez a melhor forma para o combate da judicialização seja o fortalecimento do SUS e suas políticas públicas como garantia que seus princípios sejam seguidos à risca, assim como, colocar obrigatoriamente os governantes como fundamentais nesse processo. Entretanto historicamente e diariamente não é isso que vemos. Há cada dia as verbas diminuem e o desmonte torna-se mais evidente. Nosso país não possui a cultura prevencionista, muitas vezes a judicialização é causada devido a doenças crônicas como diabetes que poderia ser evitada com uma atenção primária mais combativa. Os profissionais que ali estão são competentes e combativos, mas sem ferramentas e apoio não podem fazer o que de fato gostariam. Os processos judiciais no SUS cada vez diminuem mais sua verba e esse ciclo torna-se infinito e cada vez maior.

 Infelizmente hoje no país seja no setor público ou privado na área da saúde a judicialização virou uma questão endêmica justamente por nossas falhas de planejamento, de pensar fora da caixa, de sermos efetivos e agudos em nossas ações. E assim o profissional/gestor em saúde fica fazendo malabarismos para fazer girar um serviço prejudicado pela falta de verbas.

A judiacialização na saúde deve ser falado nos níveis técnicos e graduações nas Instituições formadoras. O desenvolvimento do pensamento crítico desses novos profissionais que entram no mercado é importante na tentativa de diminuir algo tão nocivo e desgastante para a saúde do país.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Ele1 - Criar site de notícias