Domingo, 17 de Outubro de 2021
24°

Alguma nebulosidade

Porto Velho - RO

[Portfólio] etiene.com.br Diálogo

Prefeito de Porto Velho recepciona novo cônsul-geral do Japão

Hildon Chaves destacou a necessidade de ambos os países seguirem mantendo um intercâmbio

07/10/2021 às 16h38
Por: ETIENE GONÇALVES Fonte: SMC
Compartilhe:
Divulgação
Divulgação

O prefeito de Porto Velho, Hildon Chaves, recepcionou na quinta-feira (7), Mashiro Ogino, cônsul-geral do Japão em Manaus (AM), empossado há cerca de cinco meses. Na oportunidade, houve um diálogo sobre Amazônia, Desenvolvimento Econômico, Educação, Turismo, entre outros.O encontro foi no Prédio do Relógio, sede administrativa da Prefeitura.

Hildon destacou a necessidade de ambos os países seguirem mantendo um intercâmbio visando o fortalecimento entre as culturas e, ainda, intensificar a cooperação visando novas parcerias. “Estive há cerca de dois anos em Tóquio. É um local impecável e difere de tudo e qualquer lugar que já estive. O atendimento funciona muito bem e não tem lixeiras nas ruas, por exemplo”, lembrou o prefeito.

"O Governo do Japão tem atuado em promover intercâmbio, principalmente comerciais, com outros países. O Brasil, por exemplo, é muito especial para nós por ter uma grande comunidade com a presença japonesa, além das questões relacionadas à Educação em parceria com as Associações Cultural Nipo-brasileira”, disse Ogino.

No que diz respeito às relações comerciais, o cônsul informou que, somente em Manaus, há 40 empresas originalmente japonesas em pleno funcionamento. “Entre as produções, estão bicicletas e outros aparatos”, acrescentou.

Ogino aproveitou o momento para destacar o investimento do Japão na ordem de R$ 475 mil aplicado na obra da sede da Associação Cultural Nipo-brasileira de Rondônia (Nikkey), que fica localizada em Porto Velho. O terreno foi doado pela Prefeitura de Porto Velho há alguns anos. 

AMAZÔNIA +21

Durante a conversa, o prefeito informou sobre os estudos visando estabelecer uma agenda de futuro à economia da cidade com o evento Amazônia +21. Foi identificada com essa ação, a necessidade de uma economia de baixa emissão de carbono, inovadora e que se relacione de forma sustentável com a floresta Amazônia.

Atualmente, o Japão já conta com apoio em investimentos na região Norte, com aplicação de recursos na Usina Hidrelétrica de Jirau, distante cerca de 110 quilômetros da área urbana de Porto Velho, e sendo a que mais gera energia limpa em todo o país.

“Há quatro setores, atualmente, que interessam muito as importações que o Japão tem com o Brasil: cereais, mineral, carnes e biocombustíveis. Penso nesta abertura de conversa que podemos deflagrar como estreitamento com o país, por meio da Prefeitura de Porto Velho, em pontos de convergências que temos em âmbito comercial”, disse em tom de expectativa o presidente da Agência de Desenvolvimento do Município de Porto Velho (ADPVH), Marcelo Thomé, que acompanhou o encontro.

PRESENTES

Ao fim do encontro, houve uma troca de presentes. O prefeito entregou dois livros, um com a história de Porto Velho, e outro com o relatório final do Fórum Mundial de Desenvolvimento Sustentável da Amazônia +21, realizado em 2020 (em inglês); e o cônsul presenteou o prefeito com um objeto personalizado de mesa.

REGISTROS

A visita contou com a presença do secretário-geral de Governo (SGG), Fabricio Jurado, e do integrante da Associação Cultural Nipo-brasileira de Rondônia (Nikkey) e empresário, Claudio Hikague.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Ele1 - Criar site de notícias