Sexta, 03 de Dezembro de 2021
30°

Muitas nuvens

Porto Velho - RO

[Portfólio] etiene.com.br União Bandeirantes

Ponte sobre o rio Contra é reconstruída e entregue à população

A ponte precisou ser refeita após ela ter sido incendiada e as causas ainda são desconhecidas.

29/10/2021 às 14h04
Por: ETIENE GONÇALVES Fonte: SMC
Compartilhe:
Divulgação
Divulgação

Quinze dias após o início dos trabalhos, a Prefeitura de Porto Velho e parceiros, realizaram a entrega da obra de construção da ponte que passa sobre o rio Contra na Linha 101, no km 35, uma das principais vias de acesso da comunidade de União Bandeirantes. A ponte precisou ser refeita após ela ter sido incendiada e as causas ainda são desconhecidas.

O trabalho começou no último dia 12 de outubro com a chegada dos maquinários e servidores operadores da Secretaria Municipal de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Semagric) à região.

"Enviamos nosso maquinário e equipe para reconstruir a ponte, que é de suma importância para os moradores da região. A Secretaria de Agricultura trabalha, de forma constante, sempre com a população, para garantir o acesso às comunidades e escoamento de toda produção", ressaltou Vinícius Miguel, titular da Semagric, destacando que os serviços são pautados na transparência, qualidade e eficiência dos gastos públicos.

Segundo o diretor de Estradas da Semagric, Arthur Borin, foi feita uma atividade conjunta entre empresários, fazendeiros e moradores da região. “Ao arrumar essa ponte nós damos condições para que as pessoas optem pela melhor opção de acesso ao distrito, via linha 101. O uso dela é muito viável, pois o tempo da viagem é o menor que se tem atualmente, sendo a principal opção”, afirmou.

A ponte, de aproximadamente 80 metros, foi refeita em 15 dias. O tempo recorde foi resultado da interlocução distrital do Município junto aos parceiros e moradores. A nova ponte atenderá aproximadamente 35 mil habitantes de União Bandeirantes, distrito que fica a 160 quilômetros de Porto Velho.

DOAÇÃO

Para construir a ponte, parte da madeira usada foi doada pelo Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) e o restante por empresários madeireiros que possuem investimentos na região.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Ele1 - Criar site de notícias