Sexta, 03 de Dezembro de 2021
31°

Trovoada

Porto Velho - RO

[Portfólio] etiene.com.br Energia

Porto Velho terá expansão da rede elétrica com investimentos de R$ 500 milhões

Investimento deve refletir na geração de emprego e arrecadação municipal

08/11/2021 às 14h13
Por: ETIENE GONÇALVES Fonte: SMC
Compartilhe:
Divulgação
Divulgação

Reforço elétrico no Norte, geração de emprego e renda. O prefeito de Porto Velho, Hildon Chaves, recepcionou na segunda-feira (08), representantes da EDP Brasil (Energias do Brasil S.A), uma operadora no setor energético. Na ocasião, recebeu a notícia de que, a capital receberá investimentos na ordem de R$ 500 milhões na construção de uma nova linha de transmissão.

Segundo o prefeito, Rondônia e Acre serão contemplados com a ampliação da rede elétrica e agradeceu a iniciativa da holding que já está presente em seis estados da Federação (Mato Grosso, Tocantins, Ceará, Pará, Amapá e Espírito Santo).

“O empreendimento deve se concretizar em até 18 meses e irá gerar diretamente 1.500 empregos para portovelhenses e acreanos. Esse investimento gera riquezas e também recursos que devem vir na forma dos impostos que a Prefeitura deve receber” disse ele. “Aproximadamente R$ 4 milhões devem entrar nos cofres públicos”, acrescentou.

O projeto do empreendimento é do Governo Federal, através do Ministério de Minas e Energia (MME) e faz parte do lote 01, leiloado neste ano pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel). A proposta é que visa fortalecer o sistema de energia nos dois estados que estão sendo contemplados.

“Onde esta linha de energia vai passar vai dar fortalecimento destas comunidades ao longo do percurso que tem 300 quilômetros de extensão e, sendo um circuito independente, ao lado dos já existentes da Eletronorte”, informou Eduardo Santarelli, gestor executivo de Meio Ambiente da empresa.

Santarelli ressaltou que a obra representa a capacidade de investimentos na região como, por exemplo, a atração de novas indústrias e isso fomenta o desenvolvimento. 

CAPACIDADE E ATENDIMENTO

A capacidade de transmissão é de 600 Mwh de potência, ou seja, tem condições de atender cerca de 420 mil pessoas. Segundo o executivo da empresa, a implantação da estrutura vai se estender entre a Ponta do Abunã, em Porto Velho, e na região do Conjunto Tucumã, em Rio Branco.

Em Porto Velho, já foi dada a entrada ao processo de licenciamento ambiental. De acordo com a empresa, a previsão do início dos serviços é para maio de 2022.

REGISTROS

A visita foi acompanhada por Luiz Carlos Piassi, assessor institucional da Energias do Brasil S.A e, por Coronel Chrisóstomo, deputado federal.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Ele1 - Criar site de notícias