Sábado, 22 de Janeiro de 2022 00:43
69 98133-2589
[Portfólio] etiene.com.br BALANÇO 2021

Diretores e gerentes participam de reunião de balanço e planejamento para a Educação em 2022

Pensando em 2022, há uma expectativa da administração para uma pandemia controlada e que as aulas continuem na modalidade presencial

23/12/2021 13h36
84
Por: ETIENE GONÇALVES Fonte: SMC
Leandro Morais/Prefeitura de Porto Velho
Leandro Morais/Prefeitura de Porto Velho

Uma reunião de balanço das ações ocorridas ao longo de 2021 pela Prefeitura de Porto Velho junto à Secretaria Municipal de Educação (Semed) foi apresentada e debatida por diretores de Departamentos e gerentes de Divisão. O encontro ocorreu no Teatro Banzeiros nesta quinta-feira (23).

Ao abrir os trabalhos, a secretária de Educação, Gláucia Negreiros, falou da importância de cada servidor no processo educacional. De acordo com ela, é um grupo seleto, mas muito competente. “Cada um de vocês tem um trabalho diferencial e, por isso, foram escolhidos por nós para estar neste time e fazer acontecer a gestão do prefeito Hildon Chaves”, reconheceu.

Em seguida, Gláucia relatou que 2021 é um ano excepcional em virtude da pandemia houve a execução de um planejamento que foi traçado com ações prioritárias. “O primeiro desafio foi a implantação dos protocolos sanitários para o retorno das aulas presenciais, em parceria com diversos órgãos e de forma democrática para o suporte nesta etapa. A decisão de retomada só ocorreu após a determinação do prefeito e após a vacinação de todos os profissionais de educação com duas doses”, citou.

ALIMENTAÇÃO ESCOLAR

Uma ação pioneira aconteceu ainda quando as escolas estavam com aulas remotas (on-line): kits de alimentação escolar na mesa do aluno. O município fez as entregas antes mesmo da autorização da estratégia pelo Governo Federal e, logo em seguida, foram usados os recursos do Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE) para aquisição de alimentos da agricultura familiar.

Porto Velho já aplicou mais de R$ 1,5 milhões em produtos oriundos da agricultura familiar em 2021 e, cada kit custou R$ 42,60, atendendo quase 100% das escolas da rede.

kits de alimentação escolar

PROGRAMAS

Retomada as aulas, as equipes atuaram fortemente para fazer acontecer o programa Primeiros Passos, que favorece a Educação Infantil. “É um público que abrimos as portas para que eles acessem a Educação pelas escolas municipais. Conseguimos trabalhar em três frentes: aparelhamento das nossas escolas (troca de mobiliários), entrega de parquinhos e a formação de professores”, detalhou a secretária.

Outro destaque foi para o Alfabetiza Porto Velho, um programa em parceria com o Tribunal de Contas do Estado de Rondônia (TCE/RO). Através deste movimento, os professores receberam formação com profissionais renomados para atuarem como multiplicadores de formação em alfabetização e destinados àqueles que atuam em turmas de 1º, 2º e 3º ano do Ensino Fundamental. “Ele é o carro-chefe hoje na secretaria e seguirá nos anos vindouros, pois temos metas muito audaciosas para serem alcançadas como, por exemplo, alfabetizar os 100% dos alunos até o 2º ano do ensino fundamental e, no 3º ano, reforçar esse processo”, comprometeu-se Gláucia.

PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU

A oferta de cursos de Pós-Graduação Stricto Sensu (mestrados e doutorados) para professores foi uma das novidades garantidas à rede pela administração Hildon Chaves. “O investimento gira em torno de R$ 7 milhões e, através dele, vamos atender as metas estabelecidas no Plano Municipal de Educação (PME)”, garantiu.

A expectativa é que as aulas continuem na modalidade presencial

PROAFEM

O balanço de ação e que é considerado positivo pela Semed é a ampliação da oferta de vagas possíveis à educação infantil para 2022. A expectativa é de novas 600 oportunidades. “Estamos atuando para avançar na Meta 1 do PME, que é universalizar o atendimento de crianças de quatro e cinco anos e atender até 50% da demanda em creches. Além disso, a capacitação de profissionais e também a ampliação do recurso do Programa de Apoio Financeiro às Escolas Públicas Municipais (Proafem), que tem a per capita atual de R$ 15,00 por aluno para manutenção das unidades educacionais”, informou.

Ainda há o Proafem Reformas – um recurso inédito e específico - onde há um repasse que vai de R$ 150 mil a R$ 250 mil para cada unidade, de acordo da tipologia de cada uma, para visualizar o ano letivo de 2022 com pintura, adequação, ampliação e aquisição de equipamentos.

FUNDEB

Em 2021, houve uma gestão eficiente dos recursos do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb). Após diálogo com o TCE-RO, houve o entendimento de que poderia ser usado 70% do recurso para pagamento de abono para o pessoal aos professores em sala de aula, que recebem o abono ainda em dezembro deste ano e, os demais, recebem até o dia 30 de janeiro de 2022. “Uma atuação de valorização e reconhecimento aos nossos profissionais da Educação feita pelo nosso prefeito Hildon Chaves”, disse.

“Estamos desenhando o que a gente pensa como prioridade para uma educação de qualidade e possamos avançar realmente no que mais importa, ou seja, no que o aluno está aprendendo dentro de nossas unidades de ensino, mas num ambiente de qualidade e com condições favoráveis para o aluno e aos profissionais”, comentou a secretária Gláucia Negreiras ao finalizar a apresentação dos resultados do ano.

Secretária falou sobre a valorização e reconhecimento aos profissionais da Educação

2022

Pensando em 2022, há uma expectativa da administração para uma pandemia controlada e que as aulas continuem na modalidade presencial. Também já vem sendo planejada e organizada a Jornada Pedagógica com encontros com todos os professores da rede municipal e de acordo com o currículo priorizado e, o principal, evidenciar as avaliações que foram realizadas com os anos ainda em 2021.

“Para o próximo ano, ainda haverá um trabalho de recomposição da aprendizagem para recuperar os prejuízos que a pandemia trouxe. Além disso, há um trabalho em andamento para construção de quatro novas escolas, no Bairro Novo, e na região dos residenciais Orgulho do Madeira, Morar Melhor e Cristal da Calama, que contam com terrenos e emendas parlamentares às obras”, concluiu Gláucia Negreiras.

REGISTRO

A reunião contou também com a presença do secretário-adjunto da Semed, Basílio Leandro. Ele aproveitou o encontro para parabenizar todos os envolvidos pelo trabalho desempenhado. "Vocês são pessoas que participam do planejamento e, de nada vai adiantar ter um gênio à frente da secretaria sem ter uma equipe empenhada nas atividades como um todo. Desejo um novo ano maravilhoso e que Deus abençoe a todos e seus familiares”, contribuiu.

 

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias