Terça, 17 de Maio de 2022
69 98133-2589
[Portfólio] etiene.com.br VACINAÇÃO

Escolas da rede municipal de Porto Velho seguem imunizando contra a covid-19

Apenas 20% do público infantil foi atingido pela campanha até o momento

04/03/2022 14h31
107
Por: ETIENE GONÇALVES Fonte: SMC
Leandro Morais/Prefeitura de Porto Velho
Leandro Morais/Prefeitura de Porto Velho

 Prefeitura de Porto Velho mantém o cronograma para atender o público em período escolar (5 a 11 anos) com a vacina contra a covid-19. Nesta sexta-feira (4), o prefeito em exercício, Maurício Carvalho, acompanhou a ação na Escola Municipal de Ensino Fundamental (EMEF) Saul Bennesby.

De acordo com o balanço da Divisão de Imunização da Secretaria Municipal de Saúde (Semusa), apenas 20% do público infantil foi atingido pela campanha até o momento. Dado preocupante, de acordo com Maurício Carvalho.

“É um caso de saúde pública pelas relações que as crianças têm com seus pais e familiares. Atualmente, elas estão em sala de aula e muitas não estão vacinadas. Por isso, estamos propondo este reforço nas escolas e incentivando os pais a levarem seus filhos para se vacinar. E, se estiver no prazo, ainda está disponível a segunda dose e de reforço aos adultos nestes espaços”, destaca.

Carvalho reitera que a vacina reduz os casos graves e a morte por causa da doença. “Isso demonstra que a vacina é eficaz e que a ciência vem trazendo resultados à população”.

Prefeito em exercício acompanhou vacinação nas escolas da capital

ESCOLAS PREPARADAS

Segundo a secretária adjunta da Semusa, Marilene Penati, todas as escolas da rede municipal estão preparadas e vacinando. Para ela, a vacina contra a covid-19 deve continuar nos anos subsequentes. “Precisamos que a população e os pais se conscientizem de que vacinar é importante e que através dela a gente vai conseguir vencer essa batalha”, conclama.

Marilene informa que a procura por imunizantes caiu nas Unidades Básicas de Saúde e postos de vacinação. Segundo ela, há doses suficientes para atender adultos e crianças. “Com o estoque cheio, há a possibilidade de as vacinas chegarem no prazo de validade. O Ministério da Saúde continua enviando doses, e não havendo procura, infelizmente vai haver perda. Isso é muito preocupante”, alerta.

INCENTIVO

A mãe de Emilly Vitória, a dona de casa Valéria Felício de Morais, aproveitou a oportunidade. “Ela tomou a sua primeira dose e daqui a pouco a segunda. Agora, ela pode voltar à aula presencial com mais tranquilidade. A gente já vinha há muito tempo com medo disso acontecer sem a imunização. Para você que ainda não trouxe a sua criança, traga. É uma etapa que estamos avançando e só assim vamos vencer esse momento difícil”.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias