Terça, 23 de Julho de 2024
19°C 36°C
Porto Velho, RO
Publicidade

Ieda Chaves confirma emenda para adquirir kits de primeiros socorros às escolas de Rondônia

Recurso será destinado para contemplar escolas da rede estadual e municipal.

24/04/2024 às 10h46
Por: ETIENE GONÇALVES
Compartilhe:
Marcos Nobre Jr.
Marcos Nobre Jr.

Na última terça-feira (23), a deputada Ieda Chaves (União Brasil) confirmou, durante entrevista coletiva de lançamento do programa “Salvando Vidas”, da Prefeitura de Porto Velho, que irá destinar, brevemente, emenda parlamentar para a aquisição de kits de primeiros socorros na rede municipal e estadual de educação. No programa, consta evento de capacitação e será direcionada a gestores, professores e profissionais de apoio escolar.

A capacitação atende diretamente à Lei 13.722/18, popularmente conhecida como Lei Lucas. “O objetivo é garantir que todos saibam agir nos primeiros socorros até que a assistência médica especializada chegue ao local. Nós atendemos ao chamado do município de Porto Velho e viabilizaremos a compra desses equipamentos, não só para a capital, mas para todo o estado”, afirmou Ieda Chaves.

“Infelizmente, aqui em Rondônia, teve que acontecer esse fato [morte de uma criança] para que todos despertassem para a realidade. Que a partida desse anjo não seja em vão, fazer um trabalho de excelência para que a gente jamais tenha que ver o sofrimento de uma de uma família, de uma mãe, que é perder um filho”, ressaltou a deputada.

A iniciativa da capital pretende viabilizar formas de atendimento em circunstâncias emergenciais como, por exemplo, desmaio, queda, engasgo, envolvendo as crianças em ambiente escolar. A responsabilidade no caso da capital será por parte das Secretarias Municipais de Educação (Semed) e de Saúde (Semusa) com o apoio de instituições parceiras.

Enquanto isso, a secretária da Semed, Gláucia Negreiros, definiu que o “Salvando Vidas” é um treinamento essencial aos profissionais para que estejam preparados para atuar em caso de emergência.

“Os primeiros socorros são ações que devem ser tomadas rapidamente, logo após o acidente, fator que pode evitar o agravamento do problema”, disse ela ao reiterar que “saber agir até que chegue o socorro profissional, pode salvar vidas”.

Preparação

A coletiva também contou com a presença da secretária-adjunta da Semusa, Marilene Penati, que também é médica pediatra. De acordo com ela, essa ação conjunta, os profissionais estarão preparados para lidar com situações inesperadas.

“Temos certeza que o programa ‘Salvando Vidas’ vai dar certo, pois esses servidores terão uma análise mais aprofundada sobre a identificação dos sinais e sintomas para que busquem a assistência”, comentou Penati.

Agenda

A primeira capacitação em Porto Velho será nos dias 2 e 3 de maio, no Centro de Formação da Semed.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Lenium - Criar site de notícias